O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Teresina (IPMT), visando a segurança dos atendimentos da perícia médica, instituiu nessa semana um novo procedimento de análise pelos médicos peritos do IPMT.

A partir dessa segunda- feira (06), os servidores que estiverem com atestado médico superior a 7 dias, devem se dirigir ao protocolo do IPMT e, mediante assinatura de termo de responsabilidade, dar entrada no processo juntamente com o atestado.

De acordo com a presidente do IPMT, Tandrra Furtado, todo o procedimento será eletrônico, através do SEI, sem que haja contato entre o servidor periciado e o médico perito. O médico perito analisará apenas a conformidade do atestado médico, conforme modelo de procedimento adotado pelo INSS durante o período de pandemia.

O resultado será enviado eletronicamente à secretaria de origem do servidor, mas o mesmo poderá acessar no site da Prodater o andamento do seu processo.

“Toda a tramitação das solicitações que dependam da análise da perícia médica será remota. Essa é mais uma medida de segurança que estamos tomando para responder a demanda com segurança aos nossos servidores e médicos”, enfatizou.

A Presidente informou ainda que, de acordo com o Decreto Municipal n. 19.531/2020, os atestados médicos de casos confirmados ou suspeitos de Covid-19 não precisam passar pelo IPMT, caso em que o servidor deverá entrar em contato com o setor de gestão de pessoas de seu órgão e enviar por meio digital uma cópia do atestado médico.

“Informamos ainda que os servidores que já haviam dado entrada anteriormente, podem aguardar a ligação do IPMT para dar entrada no protocolo do atestado médico e posterior analise do médico perito”, finalizou

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).